STF Bloqueia Gastos de Dilma

É Dia do Trabalho, feriado, mas o Ministro mais honesto e confiável do Supremo, Gilmar Mendes, está trabalhando. E o juiz não achou nada engraçada a Medida Provisória onde Dilma designava mais de 100 milhōes – inexistentes – para publicidade. E como bom juiz do STF, fez o que? Suspendeu.

Em resposta a um pedido do partido Solidariedade, Gilmar Mendes decidiu que os gastos em questão não são urgentes e concedeu uma liminar bloqueando a liberação da verba em questão. Gilmar manteve, porém, a parte de 80 milhōes que será liberada para a implantação de infraestrutura para os Jogos Olimpicos – isso sim emergencial, sendo que faltam menos de 100 dias para eles. Segundo o ministro, “não se pode dizer que os gastos com publicidade, por mais importantes que possam parecer ao governo no quadro atual, sejam equiparáveis às despesas decorrentes de guerra, comoção interna ou calamidade pública”

O plenário da corte apreciará a questão após a manifestação da Procuradoria Geral da União, a Advocacia Geral da União e da Presidência, mas não há um prazo para isso – pode acontecer até mesmo depois do afadtamento da PresidAnta. Sendo assim, Dilma perdeu sua “verbinha”, aquela que ia usar pra “publicidade” (ou seja, falar do golpe e pagar os agitadores pra ir pra rua…).

Mais uma derrota.

 

error: Conteúdo Protegido!