Molusco: O Epíteto da Pobreza!

E hoje foi liberada a íntegra do depoimento que o nosso prezado Molusco deu à Polícia Federal, aquele do Aeroporto de Congonhas, por “livre e espontânea pressão”. Nele, nosso amigo confirma que o sítio pertence a um amigo e que decidiu não comprar o apartemento do Guarujá porque “era muito pequeno”. Também disse que não manda nada no Instituto Lula e que cada palestra daquelas que dizem que ele dava no exterior (aquelas que ninguém nunca assistiu, ou ouviu falar, ou gravou…) custava a partir de 700 mil dólares.

Senão vejamos. O cara ganhava 700 mil dólares por palestra. Achou o triplex “pequeno” e decidiu não comprar (quantos benefeciários do Minha Casa, Minha Vida caberiam em um triplex, I wonder…..), mora em um apartamento excelente em São Bernardo e precisa pegar o sítio emprestado do amigo?

Será possível que não dava pra comprar um sitiozinho próprio? Precisava reformar e decorar e enfiar pedalinho na propriedade dos outros mesmo?

E enquanto estamos em perguntas sem resposta, precisava passar a mão nos objetos da residência presidencial quando saiu de lá? Gente, nem o Jesus esse povo perdoou! Quando vi a lista de “lembrancinhas” abduzidas pela família Molusco juro que me lembrei daqueles novos ricos que vão jantar em restaurante chique e levam o talher embora…… Aliás levou ne? De ouro. Presente da Rainha da Inglaterra para o Governo Brasileiro.

Creio que nosso amigo Molusco acorda todos os dias, olha no espelho e afirma: “Lo gobierno soy jo”

Governo pobre, claro…. Mas governo.

error: Conteúdo Protegido!