Manifestações Demais, Moral de Menos

E desde algum tempo atrás celebra-se o fato do sofrido povo brasileiro ter “descoberto sua força”, ido às ruas manifestar sua vontade, demonstrar seu descontentamento com a situação atual do país, da política, da economia, da saúde, da segurança, da corrupção. Admito, é comovente ver toda uma população “descobrir” esse processo democrático, unir-se em torno de ideais que, independente do objetivo, querem no final a melhora do país.

Mas como alguém devia ter dito para o menino do lobo: menos, né?

Agora tudo virou motivo pra manifestação.

É taxista manifestando contra Uber, gente manifestando pró e contra impeachment, servidor manifestando contra o governo, agente de saúde manifestando contra hospital, estudante manifestando contra colégio, índio manifestando contra branco…. Hoje está ocorrendo em SP e outras cidades uma manifestação denominada – pasmem! – “Manifestação Contra TUDO”. Em teoria esse tudo engloba Dilma, Lula, Temer, Aécio, salários, saúde, educação, etc etc etc.

De novo parafraseando a história do menino e o lobo: o superuso desse recurso acaba tirando sua força. Enquanto que uma ou duas manifestações bem planejadas e organizadas são instrumentais e diria até fundamentais para conquistarmos nossos direitos, essa verdadeira orgia de bagunça que estão armando serve apenas para desvalorizar tudo que já aconteceu. Serve apenas pras pessoas, tanto no Brasil como fora dele, olharem e dizerem “ah ta, mais uma daquelas manifestações”.

Vamos lá Brasil, mostrem maturidade. Existem outras maneiras de lutar além de ir pra rua. Deixem as ruas pra hora certa, oba oba na Paulista todo dia não vai salvar esse país.

Jajá vamos acabar ficando tão cansativos quanto aquele bordão do “não vai ter golpe”….. 

error: Conteúdo Protegido!