Linda, Recatada e Não Mais do Lar

marcela_1blg17xApesar da beleza, classe e serenidade, Marcela Temer não tem a mínima intenção de ser uma primeira dama decorativa. Em uma entrevista para o Fantástico, quando de sua posse como presidente em exercício, Temer declarou que, caso fosse efetivado no cargo, Marcela iria assumir um trabalho junto à área social.

Dito e feito. A primeira dama será a titular do projeto Criança Feliz, criado pelo Ministério do Desenvolvimento Social para atender 4 milhões de crianças de 0 a 4 anos assistidas pelo Bolsa Família e que pretende ser um dos destaques do Governo Temer. Segundo o ministro Osmar Terra (que trabalhou com Ruth Cardoso no Comunidade Solidária, que mais tarde se tornou o Fome Zero), crianças de até mil dias (pouco menos de três anos) serão atendidas em casa, semanalmente, para avaliação médica, pedagógica e psicológica. Depois desta etapa, até completar quatro anos, as visitas passarão a ser quinzenais.

Marcela segue a linha de primeira dama atuante que pregava Ruth Cardoso. Marisa Letícia, esposa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, dedicou-se às causas políticas durante o período de militância petista desde a fundação do Partido dos Trabalhadores, porém, durante os oito anos de governo Lula, preferiu se dedicar à família e aos cuidados da casa (e a fazer reformas, dizem..).

Marcela teme entrar no cenário político, ainda mais nesse momento de ânimos exaltados, mas deve assumir suas funções aos poucos e até esse momento não tem ainda assessores ou quaisquer regalias, apenas um gabinete  – o que era de Giles Azevedo – e acesso direito ao comandante da nação. Com o tempo e o desenvolvimento do programa (ele começará a ser implantado em dez cidades, como projeto-piloto, entre elas, Boa Vista, Arapiraca (AL), e Pelotas (RS) com um orçamento precisto de R$ 300 milhões para o ano que vem) veremos então a competência e engajamento da nova primeira dama brasileira.

Bonita, recatada e útil.

error: Conteúdo Protegido!