Juiz do STF Determina que Seja Aberto Impeachment Contra Temer

Já era esperado após o “vazamento” do documento ocorrido nesse fim de semana. Apesar de Eduardo Cunha ter recusado hoje dois processos de impeachment contra o vice-presidente Michel Temer, o juiz Marco Aurélio Mello do STF (aquele cuja filha foi nomeada desembargadora do TRF-2 pela PresidAnta Dilma) determinou nessa terça feira que Cunha aceite o processo de impeachment aberto pelo advogado Mariel Márley Marra, de Minas Gerais, e rejeitado anteriormente por Cunha.

Perante essa decisão soberana do STF, o presidente da Câmara não tem escolha e terá de abrir o processo, baseado nos mesmos decretos de pedaladas fiscais que baseiam o pedido de Dilma. Em tempo: Mello não faz juízo de mérito sobre o assunto, apenas ordena que o processo seja aberto.

Agora, não sou fã de Temer, muito menos de Cunha, mas o que me incomoda muito são as dúvidas sobre as motivações de Marco Aurélio Mello. Será que é mesmo correto um tal intervençåo do Supremo sobre o Legislativo? Não estaria o Ministro excedendo suas funções? E qual teria sido o motivo para ele “forçar a mão” a esse ponto, quando esse processo de impeachment de Temer interessaria muito ao PT nesse momento?

Cunha informou que recorrerá dessa decisão. Temer, prestes a se licenciar da presidência do PMDB, informou que não se pronunciará sobre o assunto.

Fica a ser visto…. No momento o que realmente me incomoda são os crescentes sinais de influência petista sobre os vários juízes do STF, nosso último bastião de esperança de honestidade…

error: Conteúdo Protegido!