Impeachment: Mais Uma Derrota de Dilma

O presidente do STF, Ricardo Lewandowsky, acaba de negar o pedido do Partido dos Trabalhadores para a suspensão da Comissão de Impeachemnt que começará dentro de alguns minutos.

O PT baseou seu pedido no fato de que existem recursos pendentes sobre o processo de impeachment que não foram ainda julgados pelo Ministro. A defesa de Dilma quer aumentar os prazos de defesa (a proposta seria 15 dias para defesa e 15 dias para acusação) para 20 dias, além disso também intercedeu junto a Lewandowsky pedindo autorização para apresentar 6 testemunhas PARA CADA DECRETO (o que totalizaria quase 50 testemunhas e atrasaria muito o procedimento) em vez de 6 testemunhas no total. Por último, pedem DE NOVO o afastamento do relator, alegando que Anastasia seia “parcial” por pertencer ao PSDB.

Em resumo, procrastinação e mais procrastinação. Os petistas pretendem, com isso, conseguir mudar alguns dos votos, seja com ameaças ou com grana (vide Romario, que mudou de idéia “do nada”…) e trazer Dilma de volta. Socorro!

error: Conteúdo Protegido!