Gilmar Mendes é Eleito Presidente do TSE

Screenshot_2

Maio trará bons ventos, dizem. Hoje, 7 de abril, foi anunciado que o Ministro Gilmar Mendes (aquele que proibiu a posse de Lula, lembram?) do STF, foi eleito presidente do TSE – Tribunal Superior Eleitoral – e seu companheiro de STF, Luis Fux, vice presidente.

Na primeira eleição onde as empresas serão proibidas de fazer doação para candidatos e partidos, Gilmar Mendes tem consciência de que enfrentará enormes desafios. Ele acredita que essa nova regra poderá tender a favorecer o caixa dois e afirma que pretende deixar como marca de sua passagem pelo TSE um maior rigor na verificação das contas eleitorais.

Gilmar Mendes não é nenhum novato na Justiça Eleitoral, pois já foi chefe do TSE em 2006, tendo deixado uma boa impressão – embora não em tempos tão conturbados.

Coincidentemente um dos Ministros do STF que mais se empenham em manter uma postura íntegra em relação à atual crise, com a presidência do TSE também caberá a Gilmar Mendes analisar as quatro ações impetradas no orgão que pedem a cassação da chapa Dilma/Temer por irregularidades na campanha, abuso de poder econômico e político e uso de dinheiro desviado da Petrobrás para se eleger.

Deixando claro que essas quatro ações visam a invalidação da chapa correntemente eleita e nada tem a ver com a atual ação de impeachment que no momento corre na Câmara, cujo objetivo é o impeachment da PresidAnta Dilma apenas – ou seja, são pedidos diferentes.

Fica nosso desejo de que Gilmar Mendes mantenha sua atual postura ilibada e nos ajude a ter um processo eleitoral mais limpo e efetivo – Deus sabe que o Brasil está precisando.

error: Conteúdo Protegido!