Enquanto a Gente Dorme…

mcce-cartilha-caixa-2Parece que os velhos hábitos demoram a morrer. Segunda feira, 10 da noite – a câmara está com quorum completo. Algo estranho?

Ninguém entendia nada. Isso é, até o secretário da mesa, Beto Mansur, abrir a sessão (o que por si já era muito esquisito, sendo que Waldyr Maranhão estava presente no congresso e em teoria ele é quem deveria liderar a reunião na falta do presidente da câmara, que está substituindo Michel Temer interinamente na presidência) e ‘aparecer’, do nada, na pauta, uma proposta que criminalizava o caixa 2.

Até aí parece tudo lindo. Criminalizar o caixa 2 é o que todos queremos, certo? É bom. Então por que votar essa proposta na calada da noite?

Então, o caso é que a proposta, além de criminalizar o caixa 2, INOCENTARIA AQUELES QUE O PRATICARAM ANTERIORMENTE.

Ou seja, salvaria a pele de muitos investigados – incluindo a ex-presidAnta Dilma Roussef.

POR ISSO votar na calada da noite, quando, teoricamente, a sociedade ‘não estaria prestando atenção’

Acontece que desde que as sujeiras do PT  começaram a aparecer, a população e os veículos de imprensa estão mais atentos do que nunca! Logo foi divulgado o golpe na imprensa falada e escrita e alguns dos deputados – principalmente do PSOL, Rede e PSD – criaram um furdunço na câmara, forçando Beto Mansur a suspender a sessão.

No fim das contas, ninguém sabia dizer de onde saiu a proposta, quem colocou na pauta, quem relatou, nada disso… o filho não era de ninguém.

O que se comenta nos corredores é que lo projeto foi surgiu de uma articulação suprapartidária, com o aval do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), tanto por partidos governistas, como PMDB, PSDB, DEM, PR e PP, quanto da oposição, como PT. Ou seja, rotos e rasgados, sem distinção de situação ou oposição, TODOS estavam tentando enganar o povo brasileiro e se safar!

No final das contas, sem entendimento entre os deputados, Beto Mansur retirou o projeto da pauta, frustrando assim as pretensões dos golpistas – SIM, porque ISSO SIM é um golpe, e dos bons!

Usar uma das dez medidas contra a corrupção, do Ministério Público, e distorcê-la para salvar ladrões e canalhas e achar que não estamos vendo??? Nada disso, senhores deputados.  “O preço da liberdade é a eterna vigilância”.

E o povo brasileiro está vigilante.

Como diz uma douta magistrada “não passará”.

error: Conteúdo Protegido!