Congresso Sem Vergonha

Poisé… o fato é que temos que ficar 24 hs por dia de olho na TV Senado e TV Câmara, porque se não ficamos eles tentam nos dar o golpe.

Ontem foram duas tentativas. Em primeiro lugar foi no projeto da repatriação. O senado incluiu no projeto a possibilidade de que parentes de políticos trouxessem esse dinheiro de volta pro Brasil (siiimmmmmmm como a mulher do Cunha…. inclusive o projeto foi chamado de Projeto Claudia Cruz), inclusive até aqueles que tinham tido a proposta rejeitada da última vez. O senado foi lá, na maciota, colocou a proposta… passou… mas por sorte quando chegou à Câmara os meios de comunicação deram ênfase e o brasileiro começou a espernear! E com o esperneamento, os deputados criaram vergonha na cara e aprovaram o projeto SEM o direito dos parentes de políticos. Coisa de último minuto, sabe?

Daí vem Romero Jucá – aquele cara ‘honestíssssssssiiiiimmoooo’ (sqn) que queria dar um jeitinho na Lava Jato – com um projeto que iria ‘criar harmonia entre os poderes’. No projeto de Jucá, os presidentes dos poderes (Câmara, Senado e STF) teriam a mesma prerrogativa que o Presidente da República e não poderiam ser julgados por crimes cometidos antes do mandato. Isso mesmo! Na teoria de Jucá, Renan e Cunha teriam sido anjos. Rodrigo Maia, santo canonizado!

(Até concordamos que os presidentes dos poderes tem que ser equiparados. Mais do que justo. Bora tirar esse privilégio do Presidente da República então?)

Daí Jucá foi lá colher assinaturas pro projetinho fofo dele. E um monte de gente assinou.

Isso até o momento que a imprensa divulgou a coisa toda! Porque foi só o povo saber e começar a xingar nas redes sociais que as coisas mudaram significativamente. Daí diz a assessoria de Jucá que o presidente do Senado pediu pra ele recuar no assunto…

Diz a assessoria. A gente acredita? Mais fácil ter sido o fato de que ele iria apanhar no aeroporto no dia seguinte. Que vocês acham?

Eis a nota da assessoria:

NOTA À IMPRENSA

O senador Romero Jucá solicitou a retirada da tramitação da PEC 3 de 2017 que altera o artigo 86. A retirada do projeto que trata da linha sucessória foi feita após pedido do presidente do Senado, senador Eunício Oliveira.

Enfim, todo esse bla bla bla e essa sujeira servem para marcar um ponto bem claro: Não podemos deixar de nos manifestar! ‘O preço da liberdade é a eterna vigilância’, já se dizia, e nunca foi tão verdadeiro como agora! Assistam Tv Senado, Tv Câmara, Tv Justiça… fiquem de olho… controlem esses senhores deputados, senadores, juízes, esse senhor presidente da república e seus ministros. A nossa economia está entrando nos trilhos, Michel Temer realmente acertou nesse ponto, mas não é por isso que eles ganharam cartão verde para fazer o que bem entenderem! O Brasil é NOSSO e tudo o que eles ganham com nossos votos é uma permissão para administrar… administrou mal? Está fora!

Vamos tomar em nossas mãos o poder que é nosso por direito! Seremos todos escoteiros, sempre alerta para proteger o Brasil!

error: Conteúdo Protegido!