Cassado Delcídio do Amaral

Em um processo célere, motivado de maneira extra por Renan Calheiros, que alegou que se sentiria muito mal em tratar do afastamento de Dilma antes de resolverem definitivamente a situação de Delcídio – que se iniciou bem antes do impeachment – o Senado determinou na tarde de hoje a cassação de Delcídio do Amaral, resultado previsível, sendo que o ex-senador se tornou ovelha negra após fechar um acordo de delação premiada onde delatava vários companheiros.

Delcídio, que em momentos anteriores chegou a dizer que errara e pedir desculpas pelo que fez, além de deixar claro que agira a mando da Presidente Dilma e do ex-presidente Lula ao planejar a fuga de Cerveró, nem mesmo compareceu à sessão que tomou seu mandato, nem mandou advogado, ciente que seria inútil (quem dera Dilma seguisse o exemplo e parasse de espernear e reconhecesse a derrota no impeachment).

O placar no Senado foi de 74 sim, 0 não e 1 abstenção.

Enquanto os senadores votavam, Renan Calheiros aproveitou o tempo para organizar os procedimentos para a votação do afastamento de Dilma na quarta-feira, pois 65 senadores já estão inscritos para falar – o que determinaria 6 horas seguidas de fala apenas deles, totalizando mais de 20 horas de trabalho no total. Renan tentou negociar para que os tempos de fala sejam mais curtos, para garantir as palavras a todos.

error: Conteúdo Protegido!